12:18


15 de Abril de 2010

 

Patrocinado por




Você está em Economia > Negócios
Início do conteúdo

Petrobras investirá R$ 94,6 bilhões em 2014

26 de fevereiro de 2014 | 12h 05
SABRINA VALLE, MARIANA SALLOWICZ E VINICIUS NEDER - Agencia Estado

RIO - A Petrobras prevê investimentos de R$ 94,6 bilhões em 2014, sendo 64% no segmento de Exploração e Produção. O número representa uma queda de 9% na comparação com o ano passado, quando os investimentos somaram R$ 104,4 bilhões, sendo 57% na área de exploração e produção. Os números foram apresentados nesta quarta-feira, 26, pela presidente da estatal, Maria das Graças Foster, junto com diretores da empresa, durante teleconferência com analistas para detalhar os resultados da companhia em 2013, divulgados na terça-feira, 25, assim como os planos da Petrobrás até 2020.

A produção de derivados neste ano será de 2.148 mbpd (mil barris por dia), aumento de 1% na comparação com 2013 (2.124 mbpd). A produção de diesel deve crescer 7%, para 908 mbpd. A produção de gasolina deve chegar neste ano em 408 mbpd, ante os 491 mbpd de 2013. A meta do Procop, programa de otimização de custos, neste ano é chegar a R$ 7,3 bilhões, ante os R$ 6,6 bilhões realizados em 2013. A meta do ano passado era de R$ 3,9 bilhões.

Os chamados programas estruturantes, grupo de iniciativas de redução de custos, otimização e desinvestimentos, nos quais estão o Procop e o Prodesin, geraram R$ 14,7 bilhões ao caixa da Petrobras em 2013. A maior parte foi capturada via programa de desinvestimentos (Prodesin), no total de R$ 8,9 bilhões. O Procop adicionou R$ 4,3 bilhões ao caixa da estatal. Outros R$ 700 milhões vieram do Programa de Redução de Custos (PRC) de Poços e mais R$ 800 milhões do Infralog, o programa de gestão integrada de projetos de logística.


Desinvestimentos

As operações de desinvestimento da Petrobras somaram US$ 7,3 bilhões em 2013. Desde outubro de 2012, foram concluídas 21 operações de desinvestimento, totalizando US$ 10,7 bilhões. Desse total, US$ 3,4 bilhões foram em 2012. Houve aumento de 115% entre o ano passado e 2012. Os números foram divulgados nesta quarta-feira, 26, pela presidente da estatal, Maria das Graças Foster, durante teleconferência com analistas para detalhar os resultados da companhia em 2013, divulgados na terça-feira, 25, além dos planos da estatal até 2030.

Investimentos

O investimento maior do que o esperado feito pela Petrobras em 2013, incluiu o pagamento do bônus de assinatura do prospecto de Libra, localizado no pré-sal e leiloado em outubro passado. "O bônus de Libra está nos investimentos. Esse valor não estava previsto nos investimentos (inicialmente)", disse Graça Foster. A Petrobras investiu cerca de R$ 6,7 bilhões a mais do que o previsto inicialmente. O montante do bônus de Libra devido pela Petrobras era de R$ 6 bilhões.




Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui


Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo