1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Ações judiciais contra Petrobrás podem acarretar perdas de até R$ 162 bilhões

- Atualizado: 22 Março 2016 | 09h 43

Maior parte da quantia se refere a processos em trâmite de natureza fiscal - R$ 114,3 bilhões - e de ordem trabalhista - R$ 22,07 bilhões

Entre os processos de natureza trabalhista, a petroleira enfrenta ações do Sindipetro em dez Estados

Entre os processos de natureza trabalhista, a petroleira enfrenta ações do Sindipetro em dez Estados

SÃO PAULO - A Petrobrás considera que as ações judiciais que estavam em trâmite em 31 de dezembro de 2015 podem acarretar em perdas de até R$ 162 bilhões, sendo R$ 114,3 bilhões com processos de natureza fiscal, R$ 22,07 bilhões de ordem trabalhista, R$ 19,952 bilhões com causas cíveis gerais e R$ 5,748 bilhões com causas ambientais e R$ 7 bilhões com outras, de acordo com notas explicativas no demonstrativo financeiro do quarto trimestre de 2015.

A estatal ressalta que tais obrigações são divulgadas, mas não são reconhecidas porque não pode ser feita uma estimativa suficientemente confiável do valor do passivo contingente e a possibilidade de saída de recursos não é certa. Entre os processos de natureza trabalhista, a petroleira enfrenta ações do Sindipetro em dez Estados (ES, RJ, BA, MG, SP, PE, RN, PR, SC e RS).

Em nota divulgada ao mercado na manhã desta terça-feira, a Petrobrás informa ter recebido e-mail anônimo com informações sobre a gestão da área de recursos humanos, denúncia que diz estar sendo investigada. A estatal esclarece que a política de Recursos Humanos é "definida a partir da análise das necessidades do plano estratégico da Companhia". 

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EconomiaX