Sergio Castro/Estadão
Sergio Castro/Estadão

Boeing compra fabricante de peças aeroespaciais KLX por US$ 4,25 bi

Segundo a empresa, o acordo em dinheiro está condicionado ao bem-sucedido desinvestimento e separação do grupo de serviços de energia da KLX

Dow Jones Newswires

01 Maio 2018 | 12h17

A Boeing informou nesta terça-feira que comprará a KLX, uma distribuidora de peças aeroespaciais, por US$ 63 por ação, ou cerca de US$ 4,25 bilhões, incluindo cerca de US $ 1 bilhão em dívida líquida.

Segundo a Boeing, o acordo em dinheiro está condicionado ao bem-sucedido desinvestimento e separação do grupo de serviços de energia da KLX. O acordo inclui o grupo de soluções aeroespaciais da KLX.

+ Boeing e Embraer estão próximas de acordo

"Esta aquisição é o próximo passo em nossa estratégia de crescimento de serviços, com uma oportunidade clara de aumentar lucrativamente nossos negócios e servir melhor nossos clientes em um mercado de serviços de US$ 2,6 trilhões em dez anos", disse Stan Deal, presidente e CEO da Boeing Global Services.

Em um comunicado separado, a KLX, com sede em Wellington, na Flórida, anunciou que planeja desmembrar seu grupo de serviços de energia para os acionistas da empresa. A KLX disse que espera desmembrar a unidade – que será chamada KLX Energy Services Group, ou KLXE – livre de dívidas.

Mais conteúdo sobre:
Boeing aviação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.