1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Bolsas nos EUA fecham em queda pressionadas por setores cíclicos

REUTERS

07 Julho 2014 | 18h 51

As ações dos Estados Unidos fecharam em queda nesta segunda-feira, afastando-se de níveis recordes, com investidores evitando fazer grandes apostas antes do início da temporada de balanços corporativos.

O Dow Jones perdeu 0,26 por cento, para 17.024 pontos. O S&P 500 recuou 0,39 por cento, para 1.977 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq perdeu 0,77 por cento, para 4.451 pontos.

Setores cíclicos --que têm desempenho ligado ao crescimento econômico-- figuraram entre as maiores baixas do dia, com ações industriais caindo 0,7 por cento. Os únicos setores no azul foram grupos defensivos, como serviços públicos, telecomunicações e consumo.

Wall Street atingiu uma série de marcos na quinta-feira da semana passada, último pregão antes do feriado do dia da independência dos EUA. Tanto o S&P quanto o Dow fecharam em recordes e o Dow superou 17 mil pontos pela primeira vez, na esteira de números fortes sobre o mercado de trabalho.

"Eu não levaria muito em conta isso hoje. Eu acho que é apenas mais um período de digerir os números da semana passada", afirmou o chefe de investidores do JP Morgan Private Bank para os EUA, David Regan.

Apesar de a tendência do mercado acionário é de alta, o volume de negociação foi baixo pela falta de catalisadores. As negociações podem ganhar fôlego ao longo da semana com a divulgação dos resultados de Alcoa e Wells Fargo & o

"A maioria das pessoas vê o primeiro trimestre como uma situação anormal por diversas razões e os dados que temos visto recentemente confirmam isso. E as pessoas querem ver isso também nos lucros", afirmou Regan.

(Reportagem de Chuck Mikolajczak)