1. Usuário
Assine o Estadão
assine

China vai abrir espaço para mais companhias aéreas estrangeiras, diz Xinhua

REUTERS

03 Setembro 2014 | 09h 27

A China pode abrir seus céus para companhias aéreas estrangeiras sem restrições sobre quantas ou a capacidade de cada uma, segundo notícia da agência oficial Xinhua nesta quarta-feira, citando um oficial sênior de aviação da China.

A China vai liberalizar gradualmente seus direitos de tráfego aéreo de maneira ordenada e controlada, disse Han Jun, chefe da divisão internacional da Administração de Aviação Civil da China em um fórum da indústria, de acordo com a Xinhua. Han não revelou um cronograma.

Uma porta-voz da Administração de Aviação Civil disse que não estava presente no discurso e não podia dar mais detalhes.

Um total de 111 companhias aéreas estrangeiras de 55 países voam atualmente para 46 cidades chinesas, totalizando 2.705 voos semanais. Por outro lado, 19 companhias aéreas chinesas voam para 120 cidades em 49 países, totalizando 2.854 voos, segundo a notícia.

(Por Fang Yan e Matthew Miller)