Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Economia & Negócios

Economia » Honda convoca 63.200 veículos para recall por defeito em airbag da Takata

Negócios

Economia

AUTOS

Honda convoca 63.200 veículos para recall por defeito em airbag da Takata

Desde 2008, montadoras fizeram recall cerca de 12,3 milhões de veículos devido a problemas no airbag

0

REUTERS

28 Agosto 2014 | 10h43

A Honda está fazendo o recall de cerca de 63.200 veículos devido a um defeito em airbags fabricados pela Takata do lugar do motorista, o mais recente de uma série de recalls de airbags na indústria automotiva que afetaram quase 16 milhões de veículos até agora.

A Honda está convocando para recall certos modelos CR-V, Civic, Brio e Amaze, anos 2012 a 2015, a maioria na China e outros países asiáticos, disse a montadora nesta quinta-feira.

A companhia também está fazendo o recall de veículos em diversos países da Europa, América Latina e África, disse o porta-voz Teruhiko Tatebe. A montadora não está convocando para recall nenhum veículo na América do Norte, ele acrescentou.

Nos veículos afetados, o airbag da Takata do lado do motorista pode conter um sistema de enchimento que foi fabricado com uma peça incorreta, disse Tatebe.

Como resultado, quando o airbag é acionado, o sistema de enchimento pode explodir com força excessiva e lançar fragmentos de metais no veículo, disse a companhia em um comunicado.

A Honda não recebeu relatos de ferimentos ou acidentes como resultado do problema, complementou Tatebe.

A Takata não pôde ser contatada imediatamente para comentar o assunto.

A Honda descobriu o problema depois que a General Motors fez o recall de cerca de 33 mil sedans Chevrolet Cruze na América do Norte em junho pelo mesmo defeito, disse o porta-voz da Honda.

Desde novembro de 2008, várias montadoras incluindo a Honda, a Toyota e a BMW convocaram para recall cerca de 12,3 milhões de veículos no mundo todo devido a sistemas da Takata de enchimento de airbags nos lugares de motoristas e passageiros que poderiam explodir.

(Por Yoko Kubota)

Mais conteúdo sobre: