Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Economia & Negócios

Economia » Japão descobre reserva de gás natural no fundo do mar

Negócios

Economia

Japão descobre reserva de gás natural no fundo do mar

Confirmadas as reservas de hidrato de metano, o país, maior importador,estará abastecido pelos próximos 100 anos

0

O Estado de S. Paulo ,

13 Março 2013 | 09h23

TÓQUIO - O governo do Japão anunciou ontem ter extraído com sucesso do fundo do mar hidrato de metano, uma forma de gás natural. A extração foi feita a cerca de 80 quilômetros da costa do município de Aichi, anunciou o Ministério da Indústria do Japão Acredita-se que esta foi a primeira vez que isso foi feito em todo o mundo e a descoberta pode se uma fonte de energia alternativa ao petróleo e gás e, especialmente, crucial para a economia japonesa – o maior importador mundial de gás liquefeito.

Estima-se que os mares perto do Japão contenham hidrato de metano suficiente para suprir a nação de gás natural por 100 anos se for levado em conta o nível atual de consumo – isso representa mais de 7 trilhões de metros cúbicos.

O governo pretende começar a comercializar o hidrato de metano até o ano fiscal de 2018, segundo o Ministério da Economia, Comércio e Indústria. Se conseguir uma produção estável, ela poderá servir como uma rica fonte de energia doméstica.

Antes das 6 horas da manhã de ontem, o navio de perfuração em águas profundas Chikyu baixou uma escavadora até cerca de 1.000 metros que separou o hidrato de metano solidificado em água e gás natural, transportando o gás para a superfície.

Cerca de quatro horas depois, por volta das 10 horas, uma chama apareceu num queimador na popa do barco, indicando que gás havia sido produzido.

O Japão investiu centenas de milhões de dólares desde o início do ano 2000 na exploração offshore do hidrato de metano tanto no Pacífico como no Mar do Japão. Essa tarefa se intensificou depois de o governo se ver pressionado a encontrar outras formas de energia por causa do acidente na usina nuclear de Fukushima.

O governo pretende continuar o experimento por cerca de duas semanas para ver se consegue uma produção estável.

Características. O hidrato de metano consiste de moléculas cristalizadas de gás metano presas na água. Ele é chamado de "gelo inflamável" porque em altas pressões e baixas temperaturas, a substância sólida queima quando acesa. Comparado ao petróleo, o hidrato de metano emite menos dióxido de carbono quando queimado. O Canadá obteve sucesso na extração de hidrato de metano em 2007 e 2008, mas os custos altos inviabilizaram a exploração.

No teste de extração, baixar a pressão do solo sob o leito do mar facilitou a separação do hidrato de metano solidificado para extrair o gás. No futuro, serão necessárias tecnologias para baixar os custos de extração para tornar a produção estável uma realidade.

"Superando os problemas um a um, queremos atingir um estágio em que possamos utilizar os recursos para a nossa nação", disse ontem o ministro da Indústria, Toshimitsu Motegi.

Com a maioria das usinas nucleares do país parada, as importações de gás natural liquefeito para acionar usinas termoelétricas cresceram. O iene mais fraco fez os custos da energia subirem ainda mais, o que levou algumas das empresas fornecedoras de eletricidade do país a elevarem as tarifas ao consumidor. O hidrato de metano comercializado poderá estabilizar o suprimento de energia e baixar as tarifas.

O ministério encomendou a perfuração, que começou em janeiro, da Japan Oil, Gas and Metals National Corporation e outras empresas.

(Agências Internacionais)

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.