1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Montadoras têm o 2º melhor fevereiro da história, mas tendência é de queda

Cleide Silva - O Estado de S. Paulo

28 Fevereiro 2014 | 21h 20

Graças ao carnaval em março, número maior de dias úteis fez vendas de fevereiro crescerem 12% mais do que no mesmo mês de 2013 

Faltando um dia útil para o fim de fevereiro, as vendas de automóveis e comerciais leves somaram, até quinta-feira (último dado disponível), 231 mil unidades, uma queda de 11,5% em relação a igual período de janeiro (261 mil), mas 12% melhor que fevereiro de 2013 (206 mil).

Fevereiro do ano passado, contudo, teve 16 dias úteis (entre os dias 1º e 27), enquanto neste mês são 19 dias úteis, mesmo número de janeiro.

A média diária de vendas neste mês está em 12.159 unidades, 11,5% a menos que em janeiro (13.737) e 5,5% menor que fevereiro passado (12.878), segundo dados preliminares do mercado com base em números de licenciamentos no Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

Com caminhões e ônibus, as vendas somam 243,4 mil unidades, 10,3% menos que em janeiro e 11,9% mais que um ano atrás. As fabricantes estão reduzindo a produção e aproveitam o feriado de carnaval para ampliar o período de folgas aos funcionários.

A Volkswagen dará dez dias de férias coletivas para 5,2 mil funcionários da fábrica de São Bernardo do Campo, no ABC paulista, juntando com o carnaval. A empresa afirma que "serão realizados ajustes técnicos na fábrica".

No setor, avalia-se que a parada, em parte, é em razão de mudanças na linha para início da produção da picape Saveiro com cabine dupla, mas também há dificuldades no mercado.

A fabricante de caminhões e ônibus Scania ampliou em dois dias (ontem e quarta-feira) o feriado de carnaval para todos os funcionários da linha de produção em São Bernardo do Campo. Durante este mês, haverá mais três "paradas técnicas" de um dia cada.

A Scania alega necessidade de "ajuste de demanda". Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, a produção de caminhões está menor também em razão da queda de exportações para a Argentina, que afeta também outras montadoras.

Mesmo em ritmo mais lento, este deve ser o segundo melhor fevereiro em vendas da história, atrás de 2011, quando foram vendidos 274,1 mil veículos.

"Nossa expectativa original era de vendas de cerca de 14 mil unidades por dia em fevereiro, mas a média ficou na casa das 12 mil unidades", diz o presidente da General Motors América do Sul, Jaime Ardila. "A desvalorização do real está tendo um impacto nos custos e também um impacto psicológico nos consumidores que acham que a renda real está caindo e param de comprar."

Liderança ameaçada. No resultado até dia 27, a Fiat segue como líder de vendas entre as cinco maiores fabricantes, com 54,6 mil unidades no período. A Volkswagen está em segundo lugar, com 40,1 mil, muito próxima da General Motors, com 40 mil. A Ford está em quarto lugar, com 19,6 mil carros e comerciais leves vendidos, e a Hyundai voltou a ocupar o quinto posto, desbancando a Renault, com 15,8 mil unidades.

Na lista dos cinco modelos mais vendidos em fevereiro, a surpresa é a picape Strada, da Fiat, que aparece em segundo lugar no ranking, com 12.695 unidades, apenas 625 unidades atrás do líder Gol, da Volkswagen, com 13.320.

As vendas da Strada cresceram 32% na comparação com dezembro, provavelmente puxadas pelo lançamento, no fim do ano passado, da versão com cabine dupla.

Já o Gol caiu 30%. Na opinião de analistas, o fim da produção em dezembro do Gol G4, o mais barato da marca, seria uma das razões da queda do modelo que é líder de vendas há 27 anos, assim como a chegada do up!, no início de fevereiro. O compacto vendeu no mês passado 1.930 unidades e pode ter tirado algumas vendas do irmão.

Em terceiro lugar no ranking de vendas em fevereiro aparece o Fiat Palio, com 12.179 unidades, seguido por Fiat Uno, com 9.965 e Chevrolet Onix hatch, com 8.890.

Os números oficiais de vendas serão divulgados na próxima semana pela Federação nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Já os dados de produção e exportações serão revelados só no dia 11 pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). 

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo