Divulgação
Divulgação

Fundo americano compra churrascaria Fogo de Chão por R$ 1,8 bi

Novos donos administram um patrimônio de quase R$ 30 bilhões em investimentos; empresa é atualmente negociada na bolsa Nasdaq e, se confirmada transação, acionistas vão receber US$15,75 por papel

Reuters

20 Fevereiro 2018 | 15h27

A empresa de investimentos americana Rhône Capital anunciou nesta terça-feira, 20, acordo para comprar a rede de churrascarias Fogo de Chão, em um negócio avaliado em US$560 milhões de dólares (cerca de R$ 1,8 bilhão).

A Rhône é um fundo de Nova York mantido pelos bilionários Robert Agostinelli e Steven Langman. Segundo a revista Forbes, o fundo administra hoje US$ 8,5 bilhões (cerca de R$ 27,6 bilhões). No atual negócio, a oferta é toda em dinheiro e os acionistas da Fogo de Chão receberão US$15,75 por ação da empresa, valor que representa um prêmio de 25,5 % em relação ao fechamento do papel na sexta-feira passada na bolsa de valores Nasdaq, em Nova York.

+Agências voltam a falar em rebaixamento do Brasil

“Após um processo de avaliação das opções disponíveis, o conselho de administração está confiante de que esta transação vai dar à Fogo de Chão oportunidade significativa de gerar valor para nossos acionistas e fornecer o melhor caminho adiante para a Fogo de Chão”, disse o presidente-executivo da rede de churrascarias, Larry Johnson, em comunicado.

+Ultra corre para aprovar compra da Liquigás e evitar multa de R$ 280 mi

A aquisição deve ser concluída no segundo trimestre após obter aprovações regulatórias.

A primeira churrascaria Fogo de Chão foi aberta no Brasil em 1979, pelo empreendedor Arri Coser, hoje dono da NB Steak. Atualmente, a rede opera 38 restaurantes nos Estados Unidos e 9 no Brasil, tem duas joint-ventures no México e outras duas no Oriente Médio.

 

Mais conteúdo sobre:
Fogo de Chão restaurante churrasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.