TV americana vive onda de programas ‘retrô’

Entre as atrações do passado, novsa versões de 'Will&Grace'

O Estado de S.Paulo

22 Maio 2017 | 05h00

Para o espectador que tem saudade dos programas de antigamente, a televisão americana vai oferecer um bem-vindo passeio pelas memórias de clássicos ao promover o retorno de diversos formatos na temporada de outono do Hemisfério Norte, que começa em setembro.

Entre as atrações do passado que vão voltar às telas em novas versões está Will & Grace, série dos anos 1990 que inovou ao trazer protagonistas gays e que voltará à grade da NBC. Roseanne, um dos maiores êxitos de audiência nos Estados Unidos no fim dos anos 1980, é uma das apostas da ABC, o canal que mais investirá no apelo retrô neste ano. A mesma emissora vai ressuscitar o formato American Idol, competição musical que foi cancelada há dois anos na Fox, após quase 15 anos no ar, mas já terá um retorno “repaginado”.

Para quem tem entre 30 e 40 anos e quiser lembrar a juventude, a ABC oferecerá ainda a série musical Boy Band, que tentará descobrir uma nova banda para ser o novo sonho das adolescentes. Para ajudar a encontrar os novos talentos, a rede de televisão vai contar com conselheiros que entendem de música pop: entre os jurados estarão membros do Backstreet Boys e ex-Spice Girls.

Paixão adolescente. Uma “prévia” da avalanche de remakes da ABC vai estrear ainda esta semana. Trata-se de uma versão de três horas de Dirty Dancing – Ritmo Quente, filme que deslanchou a carreira do astro Patrick Swayze e da atriz Jennifer Grey, em 1987, e foi grande sucesso também no Brasil.

A nova versão, que é estrelada por Abigail Breslin (que, quando criança, foi indicada ao Oscar por Pequena Miss Sunshine), vem recebendo críticas muito ruins. “Uma refilmagem mal concebida, não consegue reter nada da paixão, talento ou diversão do original”, definiu a revista americana de entretenimento Variety, em crítica publicada semana passada.

Caso Dirty Dancing não seja sucesso, a ABC tem outra carta na manga: uma versão ao vivo do musical A Pequena Sereia. Nesta seara, a emissora tem uma tradição de recontar histórias clássicas com atores cantando ao vivo. Entre as peças já refeitas estão Grease e Peter Pan. E outras emissoras vão pegar carona no formato: a Fox trará uma versão ao vivo de Rent, enquanto a NBC vai investir em Jesus Cristo Superstar. / AGÊNCIAS INTERNACIONAIS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.