1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Vendas de veículos novos no Brasil voltam a recuar em junho, diz fonte

REUTERS

30 Junho 2014 | 13h 30

As vendas de veículos novos no Brasil em junho voltaram a recuar, com a média de licenciamentos de carros e comerciais leves por dia útil caindo quase 11 por cento ante igual mês do ano passado, segundo revelou uma fonte com acesso a números preliminares de emplacamentos.

Até sexta-feira, as vendas de carros e comerciais leves no Brasil em junho somaram cerca de 236,13 mil unidades, com os emplacamentos sendo influenciados por menos dias úteis, num mês marcado pela Copa do Mundo e pela fraqueza da economia.

O volume vendido corresponde a uma média por dia útil de 12.428 unidades, ante média de 13.920 em junho do ano passado.

Diante do fraco movimento e da representatividade do setor para a composição do Produto Interno Bruto (PIB) do país, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, reúne-se com representantes da indústria de veículos nesta segunda-feira e deve anunciar medidas de apoio aos licenciamentos.

A indústria brasileira de veículos, que representa cerca de um quarto do PIB industrial do país, tem derrapado desde o início do ano, diante de fraqueza na confiança dos consumidores, crédito reduzido e crescimento lento da economia. Além disso, as exportações do setor acumulam queda de 33 por cento no ano até maio, em unidades.

O setor tem ajustado a produção com medidas que incluem antecipação de férias, programas de demissão voluntária e suspensão de contratos de trabalho que já tiveram efeito de redução sobre o número de trabalhadores empregados no setor, em ano eleitoral. Até o final de maio, a produção acumulava queda de mais de 13 por cento sobre o mesmo período de 2013.

Com as vendas de junho até sexta-feira, os licenciamentos em 2014 somam 1,57 milhão de carros e comerciais leves, queda de 8 por cento sobre o mesmo período do ano passado, ante previsão do início do ano do setor de crescimento de cerca de 1 por cento.

(Por Alberto Alerigi Jr.)