1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Volks apresenta novos modelos de Gol e Voyage

- Atualizado: 23 Fevereiro 2016 | 08h 28

Presidente da montadora no Brasil diz que empresa não vai alterar planos no País; novas versões têm preços inferiores aos da linha atual

Em evento na noite de desta segunda-feira para lançar os novos modelos Gol e Voyage, o presidente da Volkswagen do Brasil, David Powels, reforçou a posição da montadora frente à situação da economia brasileira. ‘Não temos medo. Estamos preocupados, mas não vamos alterar nossos investimentos no País.’

A empresa segue um plano de investimento de R$ 10 bilhões para o período 2010-2018 e, segundo Powels, a próxima etapa será o desenvolvimento de uma nova plataforma (base) de veículos, que produzirá quatro modelos inéditos globais, dos quais um compacto e um utilitário-esportivo (SUV) de pequeno porte, provavelmente para disputar mercado com o Jeep Renegade e o Honda HR-V.

“São produtos que serão lançados ao longo dos próximos quatro anos e que serão produzidos em duas das nossas três fábricas”, disse o executivo.

Recentemente, a fábrica de Taubaté (SP) recebeu a plataforma do compacto up! e, a de São José dos Pinhais (PR), a do Golf, que produz também modelos da Audi. A expectativa é que uma das unidades escolhidas para o novo projeto seja a de São Bernardo do Campo, no ABC paulista, onde hoje são produzidos Gol, Saveiro e Jetta.

'Sabemos que há ciclos bons e ruins, por isso vamos manter os planos', disse Powels

'Sabemos que há ciclos bons e ruins, por isso vamos manter os planos', disse Powels

“A situação do Brasil é crítica atualmente, está difícil para todos, mas estamos aqui há mais de 60 anos e sabemos que há ciclos bons e ruins, por isso vamos continuar com nossos planos”, disse Powels. Ele ressaltou, contudo, que “uma pequena parte” do investimento previsto para ampliação de capacidade não será aplicada, mas a maior fatia, que é para novos produtos, tecnologias e inovação das fábricas, seguirá a agenda normalmente.

Para os novos Gol e Voyage, a empresa investiu R$ 363 milhões em desenvolvimento, máquinas novas para o processo produtivo e treinamento de funcionários. Segundo Powels, os novos Gol e Voyage “serão os modelos mais tecnológicos e conectados de seus segmentos no mercado brasileiro”.

Terceira maior fabricante de veículos no País, a Volkswagen registrou queda de 37,6% nas vendas em 2015, com 359,5 mil unidades, fechando com participação de 14,5% no mercado total de automóveis e comerciais leves. Até 2014, o Gol foi líder de vendas por 27 anos, mas perdeu o posto para o Fiat Palio, que no ano passado também perdeu a posição para o Chevrolet Onix.

Volta ao jogo. A Volks vai fazer um esforço para “estar de novo no jogo, ter uma presença importante no mercado e recompor sua imagem”, disse o vice-presidente de Vendas e Marketing, Jorge Portugal. Como parte dessa estratégia, os novos Gol e Voyage chegam ao mercado em meados de março com preços inferiores aos da linha atual, apesar das mudanças estéticas e da introdução de inédita tecnologia de conectividade.

O modelo de entrada do Gol, por enquanto apenas na versão 4 portas, será vendido a R$ 34.890, R$ 1,1 mil a menos que a versão similar atual. Na linha toda, segundo Portugal, o preço caiu em média 2,5%. Para o Voyage, a média é 5,7% inferior, partindo de R$ 41 mil.

“Fizemos um esforço econômico com redução de margem para que o produto seja mais acessível ao público”, afirmou Portugal.

As novas versões de Gol e Voyage trazem mudanças pequenas na parte externa, como no para-choque, grades e faróis. Uma das principais alterações é o motor de três cilindros para as versões 1.0, mais econômico e mais eficiente que o anterior, de quatro cilindros. Outra grande novidade é na parte interna, com painel parecido ao do Golf e inédito sistema de multimídia para a categoria dos compactos, que será oferecida nas versões mais caras.

Tata Motors rebatizou como Tiago seu novo modelo de carro antes chamado Zica

Tata Motors rebatizou como Tiago seu novo modelo de carro antes chamado Zica

Tecnologia. Chamado de App-Connect, o sistema permite espelhamento de smartphones (isto é, mostrar no sistema de multimídia do carro o que acontece no celular do usuário) às principais plataformas da atualidade: MirrorLink, Apple CarPaly e Google Android.

Por exemplo, o usuário recebe uma mensagem no SMS e pode ouvi-la pelo sistema de voz do rádio e também respondê-la em viva-voz. O sistema a transformará em letras e enviará ao remetente.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EconomiaX