Mano é absolvido e comanda o Grêmio no clássico gaúcho

Time anula suspensão de 30 dias imposta ao treinador por ofender árbitro; volta acontece no Gre-Nal

13 Setembro 2007 | 18h34

O Grêmio terá o reforço de Mano Menezes no banco de reservas para o clássico com o Internacional, no domingo, pelo Brasileirão. Por 5 votos a 1, o departamento jurídico da equipe do Olímpico conseguiu anular a suspensão de 30 dias imposta ao treinador no dia 29 de agosto. A liminar foi concedida em novo julgamento realizado nesta quinta-feira pela 3.ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O comandante gremista havia sido proibido de dirigir o time no banco e comparecer ao vestiário durante os compromissos pelo Nacional após ser considerado culpado por ofender o árbitro Luís Antônio Araújo na derrota para o Corinthians, no Pacaembu, em 12 de agosto. Mano ficou três rodadas afastado dos gramados - nas vitórias sobre Botafogo (3 a 0) e Vasco (3 a 1) e na derrota para o Cruzeiro (2 a 0). Na luta por uma vaga na Copa Libertadores da América 2008, o Grêmio ocupa a sétima colocação no Nacional, com 38 pontos, dois atrás do Palmeiras, último a figurar na zona de classificação ao torneio continental.

Mais conteúdo sobre:
Mano Menezes STJD Grêmio-RS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.