Economia & Negócios

economia

Governo apresenta regras para liberação de saques do FGTS; acompanhe

Medida para estimular a economia deve injetar R$ 30 bilhões no mercado este ano e mais R$ 12 bilhões em 2020, segundo cálculo da equipe econômica

Para estimular a economia, o governo decidiu liberar saques de contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A proposta, antecipada pelo Estado, era liberar até 35% do valor aplicado no fundo, mas a pressão do setor de construção de civil, financiado por esses recursos, fez o governo mudar de ideia.

 

Agora, será permitido o saque de até R$ 500 por conta do FGTS, como o Estadão também antecipou. 

 

A previsão é que a medida injete R$ 30 bilhões na economia brasileira neste ano e mais R$ 12 bilhões no próximo.

 

O presidente Jair Bolsonaro e o ministro Paulo Guedes participaram da cerimônia de anúncio oficial da regras para o saque, no Palácio do Planalto. Acompanhe aqui a cobertura.

ACOMPANHE AO VIVO

Atualizar

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.