Brasil ganha 17 Leões no festival Lions Health
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Brasil ganha 17 Leões no festival Lions Health

Fernando Scheller

19 de junho de 2015 | 16h21

 

Peça da Ogilvy Brasil ganhou Leão de Ouro em Lions Health

Peça da Ogilvy Brasil ganhou Leão de Ouro em Lions Health

O Brasil quase dobrou o número de Leões conquistados no Lions Health, evento paralelo ao Cannes Lions – Festival Internacional de Criatividade. O País angariou um total de 17 prêmios, contra 9 do ano passado. Novamente, o destaque foi na categoria Health & Wellness, voltada para ações ligadas ao bem-estar, que contabilizou 16 Prêmios, incluindo 5 ouros. Em Pharma, que premia campanhas voltadas à indústria farmacêutica, o País ganhou um bronze.

Com a performance, o Brasil volta a ser o campeão em número de Leões no festival voltado à saúde e ao bem-estar – embora não tenha recebido nenhum Grand Prix (grande prêmio). No ano passado, o País já havia liderado a premiação, segundo o mesmo critério. O festival entrou em 2015 em sua segunda edição e teve mais de 1,8 mil trabalhos concorrentes, um crescimento de 30% em relação ao ano passado.

Entre as campanhas brasileiras, os cinco Leões de ouros foram para campanhas da FCB Brasil (para a marca de protetor solar infantil Nivea Sun Kids), Ogilvy Brasil (outra marca de protetor, a Sol de Janeiro, da Granado), fraldas Huggies (Mood\TBWA) e a organização voltada ao apoio a crianças com câncer Graac (também da Ogilvy Brasil). Esta última recebeu dois Leões – uma mesma campanha pode receber mais de um prêmio, pois as peças são avaliadas em diferentes subcategorias.

As pratas foram para AlmapBBDO (para o cliente Bayer), Mood\TBWA (para a Huggies), FCB (Nivea Sun Kids) e Ogilvy (tanto para a campanha da Graac quanto para a da Sol de Janeiro). A campanha para o Sol de Janeiro levou ainda um bronze. Uma campanha da JWT para a organização alcoólicos anônimos levou dois bronzes. Purina (NBS), Mars Brasil (AlmapBBDO) e Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (Leo Burnett) completaram o quadro de premiados.

Na categoria Pharma, o Brasil recebeu um Leão de Bronze para uma campanha da Revolution Brasil, de Salvador, para a Farmácias Sant’Ana.

Depois de ganhar o Grand Prix de Mobile Lions no ano passado com uma ação para a Nivea Sun Kids, a FCB Brasil voltou a ser premiada com um trabalho para a marca. Desta vez, a agência desenvolveu bonecas que simulam a pele vermelha queimada de sol para conscientizar as crianças sobre o uso do protetor solar. Segundo o presidente da FCB Brasil, Aurélio Lopes, a ação começou a ser feita nas praias brasileiras nas últimas semanas. Segundo ele, a campanha deverá ganhar escala no verão.

Para Ricardo John, vice-presidente de criação da JWT, que representou o Brasil no júri de Health & Wellness, as campanhas brasileiras tiveram uma alta concentração de emoção – o que acabou conquistando a simpatia do júri. Além disso, ele ressaltou que os trabalhos nacionais apresentaram um “acabamento muito aprimorado” do ponto de vista de produção.

Grand Prix. Os grandes prêmios foram para campanhas de conscientização e prevenção de doenças. Em Pharma, venceu uma ação de prevenção ao colesterol e a doenças cardíacas, desenvolvida pela DigitasLBI, de Nova York, para o laboratório Astra Zeneca. Em Health & Wellness, venceu uma campanha da marca Always, da P&G, feita pela Leo Burnett México.

Tudo o que sabemos sobre:

cannes lionsprêmiopublicidade

Tendências: