As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Em Cannes, atletas viram astros ‘pop’

Fernando Scheller

17 de junho de 2012 | 13h56

O Cannes Lions Festival Internacional de Criatividade começou com a discussão sobre a formação de marcas muito além do produto tradicional. O lutador de MMA canadense George St. Pierre, por exemplo, está tentando transcender a imagem de esportista para criar uma aura de “ídolo pop”. Por isso, seleciona cuidadosamente marcas para associar à sua imagem e trata de reforçar a proximidade com os admiradores por meio de uma estratégia de guerra nas redes sociais (ele tem 2,9 milhões de seguidores no Facebook).

Sem lutar há 18 meses por causa de um ferimento no joelho, ele manteve-se em alta com os fãs ao praticamente retratar o seu tratamento como um reality show com posts diários no Facebook. Em vídeos, ele mostrou sua entrada e saída do centro cirúrgico, enfatizando o tema da superação de dificuldades. Agora, seus representantes querem ainda mais: a ideia é trabalhar a imagem de ídolo popular e disputar contratos não apenas com astros do esporte, mas também com figuras do cinema, como Brad Pitt e Matt Damon.

Fernando Scheller, enviado especial a Cannes

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.