carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Em Cannes, espaço para a emoção e o humor

Fernando Scheller

29 de junho de 2015 | 09h17


Vencedor do Grand Prix em Cannes Lions, o filme sobre os cem anos da máquina fotográfica alemã Leica, produzido pela Stink e criado pela agência brasileira F/Nazca Saatchi & Saatchi, foi uma das provas da variedade das peças audiovisuais premiadas em Cannes. Enquanto o filme da Leica tem um tom solene e reproduz fotografias famosas do último século, houve também espaço para humor, irreverência e emoção entre os filmes premiados durante o festival de Cannes de 2015.

Entre os vídeos mais divertidos, destacou-se o brasileiro Todo Mundo é Gay, criado pela NeogamaBBH para o festival de filmes Mix Brasil. O filme, que brinca com os estereótipos sociais brasileiros sobre comportamentos homossexuais, foi premiado com um Leão de Ouro em Film Craft por causa da música, que usou como base Carmina Burana.

Vencedor do Grand Prix em Film na subcategoria especializada em ações virais para a internet, a ação da seguradora americana Geico chamou a atenção por posicionar a logomarca da companhia no centro da tela durante toda a duração do filme. Em um único plano, a criação da The Martin Agency mostra um cachorro destruindo um típico jantar de uma família americana.

Personagem. Dentro dos vídeos que apelam para a emoção do espectador, a rede de lojas britânica John Lewis teve o melhor desempenho – e levou o Grand Prix em Film Craft. O filme foi parte de uma ação que envolveu a criação de um personagem – o pinguim Monty – para uma campanha de Natal da varejista. O vídeo já teve cerca de 32 milhões de visualizações no YouTube.

Mas não parou por aí. A agência responsável pela campanha, a Adam+EveDDB, de Londres, também aproveitou o personagem e transformou a história em um livro infantil tradicional e em uma experiência de realidade virtual disponível via Google Box.

Tudo o que sabemos sobre:

cannes lions

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: