As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ronaldo, o maior popstar de Cannes

Fernando Scheller

22 de junho de 2012 | 12h11

O ex-jogador Ronaldo Nazário participou, no Cannes Lions Festival Internacional de Criatividade, de um debate sobre marketing esportivo e os próximos grandes eventos esportivos mundiais. Ronaldo, hoje um dos donos da agência 9ine, causou furor dos fãs presentes ao Palais (especialmente os corintianos presentes). Foi o único convidado que, mesmo antes de começar a falar, foi recebido com aplausos.

As cadeiras, no entanto, começaram a se esvaziar rapidamente. Ronaldo teve poucas chances de falar. O mediador do debate, Martin Sorrell, da WPP (também sócio da 9ine), acionou pouco o parceiro de negócio, que falou por meio de uma tradutora.

Ele limitou-se a falar que as obras para a Copa do Mundo de 2014 deverão ser conluídas a tempo da competição, embora o próprio Sorrell tenha comentado as críticas ao atraso dos projetos, especialmente em infra-estrutura. “Vamos fazer a melhor Copa da história”, disse Ronaldo.

O ex-jogador aproveitou também para fazer o seu “comercial”, destacando alguns aspectos do trabalho da 9ine. Ele afirmou que, além dos grandes eventos, o futebol também oferece grandes oportunidades no relacionamento entre marcas e clubes. E disse que está provado que associar uma empresa a um determinado time não vai criar uma rejeição dos torcedores de uma equipe adversária.

Sorrell revelou alguns números sobre as Olimpíadas de 2016, no Rio, que já atraíram quase tanto patrocínio quanto a competição de Londres, que acontece este ano. “O Brasil já soma US$ 645 milhões, enquanto a de Londres chega a US$ 740 milhões”, disse.

Fernando Scheller, enviado especial a Cannes

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.