“Jeitinho espanhol” para conseguir trabalho
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

“Jeitinho espanhol” para conseguir trabalho

karlamendes

27 de julho de 2012 | 13h18



 

Diante do cenário nebuloso que está traçado para a Espanha nos próximos anos – recessão econômica e taxa de desemprego superior a 24% até o fim de 2013 –, começam a proliferar em Madri cartazes que podemos chamar de “o jeitinho espanhol” para conseguir algum trabalho.

Outro dia, voltando para casa, desci uma parada antes porque avistei da janela do ônibus o cartaz “fontanero económico”, ou seja, bombeiro hidráulico econômico, coisa que eu não via quando cheguei aqui, há seis meses. A mensagem me impressionou ainda mais.

Dizia: “espanhol especializado em obras de construção civil e instalações hidráulicas em geral, realizo todo tipo de trabalhos e instalações, saneamento, reformas e obras novas por um preço econômico, devido à crise. Ligar sem compromisso e pedir orçamento. Perguntar por Raúl”.

Em outra parada de ônibus, bem distante da minha casa, vi outro que dizia “reparo ordenadores”, ou  seja, conserto computadores. Além da foto e do telefone, o rapaz fez questão de colocar “muy  económico”.

Esses cartazes me chamaram a atenção porque o setor de serviços aqui é muito caro e a sistemática é bem diferente do Brasil. Há alguns meses, por exemplo, levei minha câmara fotográfica a uma assistência técnica e, caso eu não aceitasse pagar o preço que me dariam, eu teria que pagar 25 euros, ou seja, algo como R$ 70 só pela elaboração do orçamento.


Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.