Loja apela até para homem sem camisa para atrair clientes
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Loja apela até para homem sem camisa para atrair clientes

karlamendes

02 de março de 2012 | 15h37

 

 

Realmente me impressionam as estratégias dos comerciantes espanhóis para “convencer” os consumidores a gastar seu dinheiro em tempos de crise. Acabo de ver algo inusitado na frente de uma loja de cosméticos: um homem musculoso sem camisa na entrada da loja, apesar do frio que faz aqui, como “chamariz” para atrair as clientes.

Foi um alvoroço só. O cara virou um tipo de “celebridade instantânea”. Várias mulheres não só pararam na porta da loja, mas também tiraram fotos com ele. Se queriam chamar a atenção, conseguiram.

Ontem à noite passei em frente a uma loja de móveis que, depois de anunciar a última semana de liquidação, está em destaque a seguinte frase: “Entra y pregunta. No molestas. Verás que precios”. Ou seja, um convite direto, mas bastante cortês, para que o consumidor não se atenha somente à vitrine da loja e entre para ver os móveis e objetos com calma, com direito a perguntar o preço de tudo que queira. E o melhor: não é incômodo nenhum.

A criatividade nas lojas salta aos olhos e reflete o sufoco porque passam os comerciantes ante a relutância do consumidor que, antes da crise, era bem mais disposto ao consumo. Também não é para menos. Os últimos dados disponíveis do Instituto Nacional de Estadística (INE) – que é o IBGE daqui – mostra que as vendas do comércio varejista da
Espanha caíram 5,8% em 2011.