finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Paim: Dilma deve rever fator previdenciário e aposentadorias

Estadão

23 de fevereiro de 2011 | 14h25

Eduardo Bresciani, do estadao.com.br

Após se reunir com a presidente Dilma Rousseff nesta quarta-feira, o senador Paulo Paim (PT-RS) disse ter ouvido uma promessa de abertura de discussão sobre o fator previdenciário e o reajuste dos aposentados que ganham acima de um mínimo. O petista deve subir a tribuna no início da tarde para anunciar que diante das promessas votará com o governo na questão do salário mínimo nesta quarta aprovando o valor de R$ 545,00.

Segundo Paim, a presidente não fez “pressão”. Ele destacou que os dois têm uma relação de 30 anos e disse ter ouvido dela que seu voto sobre o salário mínimo é “simbólico”.

O petista afirmou que ao governo se abrir para a discussão sobre fator previdenciário e o reajuste dos aposentados as centrais sindicais já conseguiram uma vitória. “Esses dois pontos são das centrais e serão debatidas com as centrais e nós faremos aqui uma comissão quase que de apoio a esta discussão. Ela (Dilma) disse que vai estabelecer um contato com as centrais”.

Para o fim do fator previdenciário, existem algumas propostas em discussão. A que parece reunir mais possibilidades de avançar é a fixação de uma idade mínima para aposentadoria. No caso do reajuste dos aposentados, o debate deve começar pela proposta aprovada para o ano passado que deu 80% do reajuste do mínimo para quem recebe benefício previdenciário acima deste valor.

Tudo o que sabemos sobre:

aposentadosfator previdenciárioreajuste

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.