As mulheres são mais lúcidas

A mulher é mais inteligente. É a mulher que tem bom senso. Por isso sabe que o Brasil tem que mudar!

Antonio

15 Agosto 2018 | 12h34

De acordo com as pesquisas que vão sendo publicadas, as mulheres são as que mais querem mudar o que está aí. Nada de novo debaixo do sol. A mulher é muito mais lúcida, razoável e pé no chão do que o homem.

É ela quem se preocupa com a família, com o lar, com a segurança necessária para criar da melhor forma os filhos, de manter a rotina, de dar conta do dia a dia deste mundo.

A mulher é quem tem bom senso, digam os homens o que disserem. De verdade, quem sabe que dois e dois é quatro é a mulher. Quem sabe que depois da chuva vem o sol é a mulher; quem sabe que é preciso plantar para depois colher a é a mulher.

O homem discute todos os problemas transcendentais do planeta, revoluciona a forma dos times de futebol jogarem, joga na loteria esportiva, acredita em Papai Noel e que ele é sempre o mais bonito e o mais gostoso.

A mulher toca em frente e faz da vida a aventura possível, com o mínimo de risco e o máximo de chances a seu favor.

Não tem como a mulher querer que o que está aí permaneça. É contra tudo o que ela tem no mais fundo do ser. É uma ameaça real ao seu modo de vida, ao futuro da prole.

Ela sabe que políticos do naipe que o Brasil arrumou não servem para nada a não ser fazer o que fazem, faz muitos anos: roubar e tirar da sociedade a chance de uma vida melhor para todos.

A mulher sabe que foi enganada. Que todas as suas lutas foram deturpadas. Que desde as “Diretas Já”, passando pela “Constituição Cidadã”, ela foi feita de trouxa pela turma que tomou o poder, tanto faz com que bandeira.

A mulher não quer mais isso. Ela quer um país para se orgulhar dele.  Para isso, ela sabe, tem que mudar tudo. A mulher é muito mais inteligente.