As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Campeões do mundo

Já somos campeões! ... em crianças na rua, em menores infratores, em mortos por motoristas bêbados, em extinção de animais...

Antonio

26 Junho 2018 | 11h07

Se no futebol nem sempre a coisa gira, no dia a dia, não há como negar, o Brasil é campeão do mundo em boas intenções. As mesmas boas intenções que enchem o inferno e que invariavelmente dão errado, com custos de todos os tipos competindo para ver quem cobra mais.

Nenhum país civilizado tem um Estatuto da Criança e do Adolescente comparável ao nosso. Nem mesmo a Suécia, na sua discreta supercivilização criou um monstrengo semelhante. É por isso que a Suécia não tem crianças nas ruas, nem aviãozinho para o crime organizado.

A esnobe Grã-Bretanha fala, fala, desfila para lá e para cá, mas não tem idade mínima para prender menores. Por isso lá tem poucos menores presos. Aqui, não. Aqui é 18 anos, antes não pode. Por isso nossas crianças estão deitando e rolando, quando não estão sendo treinadas nas Fundações Casas da vida para voltarem para as ruas mais eficientes do que antes, prontas para qualquer tipo de violência, sem pena e sem remorso.

No Brasil a Lei Seca é radical: uma gota de cerveja e o cidadão está acima do limite legal de álcool no sangue.  Vários países admitem um copo de vinho ou dois copos de cervejas, por isso têm poucos mortos no trânsito e poucos motoristas dirigindo bêbados.

Nós estamos comemorando 10 anos de Lei Seca e hipotéticos 41 mil mortos a menos nas ruas e estradas do país. Faltou dizer que continuam morrendo 42 mil brasileiros por ano vítimas de acidentes de trânsito, boa parte causada por motoristas alcoolizados.

No Brasil caçar é crime inafiançável. Na Europa e nos Estados Unidos a caça é fonte de renda para manter os parques. Por isso nossos animais estão em extinção, enquanto os deles crescem gordos e fortes.

Não há dúvida, o Brasil é o grande campeão. Viva nossas leis e seus patéticos resultados!