As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Doe sangue

O verdadeiro heroi é quem enfrenta o cotidiano sem medo. Doar sangue apenas engrandece sua lista de boas ações. Por que não?

Antonio

12 Junho 2018 | 09h39

Você já doou sangue? Já parou para pensar que um dia, por um destes acasos da vida, você pode precisar de uma transfusão? Já imaginou que o banco de sangue pode estar com os estoques baixos e sua transfusão pode demorar e sua vida correr risco porque as bolsas salvadoras terão que vir de algum outro lugar? Já pensou que, sem sangue, milhares de pessoas podem morrer? Isso mesmo. Estão permanentemente ameaçadas. E entre elas pode estar você.

Doar sangue não dói, não deixa sequelas, não faz mal à saúde, ao contrário, faz bem ao espírito, melhora a moral, dá sensação do dever cumprido.

A solidariedade não tem sido a marca registrada do brasileiro. Todos os dias, exemplos de egoísmo se multiplicam de todas as formas, a começar pelo trânsito, onde espertos e egoístas não se preocupam um minuto em parar o tráfego da rua porque querem entrar à esquerda, mas são espertos e querem furar a fila, por isso vão pela pista da direita.

Para não falar nos bandidos bonzinhos, na visão do ministro Gilmar Mendes, que tungam grana da saúde, da educação e da segurança pública, mas não são violentos, porque matam milhares de pessoas no atacado, mas não puxam o gatilho, nem dão a paulada no varejo.

Você pode fazer a diferença. Doando sangue você tem a oportunidade de mostrar que o brasileiro é solidário, pensa no próximo e está disposto a dividir para que todos tenham uma vida melhor.

Cabe a cada um de nós fazer a nossa parte. A Pátria não espera atos heroicos. O verdadeiro herói é quem sai de casa de manhã cedo e faz da melhor forma possível o que lhe compete fazer. É quem enfrenta o cotidiano sem medo. Doar sangue engrandece sua lista de boas ações. Por que não mais uma? Quem receber seu sangue desde já agradece.