Eleição é coisa séria

A eleição do prefeito vai determinar nossa qualidade de vida nos próximos 4 anos.

Antonio

03 de agosto de 2016 | 11h02

Em outubro estaremos elegendo o prefeito de São Paulo. A maior cidade do país merece pelo menos um pouco de carinho. Chega a rudeza da vida e as dificuldades inerentes a uma metrópole com mais de 11 milhões de habitantes para complicar nosso dia a dia . Não precisamos a ajuda do prefeito para piorar as rotinas. Se nem uma grande administração teria como resolver todos os nossos problemas, imagine, então, uma administração medíocre. Abaixo segue o texto da minha crônica sobre o tema na Rádio Estadão

ELEIÇÃO É COISA SÉRIA

Em outubro nós teremos eleição para decidir o futuro da nossa cidade. Nós não vivemos em Brasília, nós vivemos em São Paulo, Cidade de São Paulo, administrada pelo Prefeito de São Paulo, com apoio do Governo do Estado de São Paulo, responsável pela segurança pública e boa parte do ensino público, mas sem interferência direta no dia a dia da Capital.

Quem tapa ou não tapa buracos é a Prefeitura. Quem decide as avenidas, pontes e outras obras públicas é a Prefeitura. Quem pinta faixas de ônibus e bicicleta é a Prefeitura. Quem manda a CET atrapalhar a sua vida é a Prefeitura.

Quem escolhe o serviço de coleta de lixo é a Prefeitura. Quem desentope bueiros é a Prefeitura. Quem mantém os rios limpos é a Prefeitura. Quem planeja para minimizar as enchentes é a Prefeitura.

Quem planeja o trânsito é a Prefeitura. Quem incentiva as a Cracolândias é a Prefeitura. Quem permite a Avenida Paulista ser tomada de assalto por ambulantes de todos os tipos e nacionalidades é a Prefeitura.

Quem diminui a velocidade das ruas sem qualquer estudo sério e coloca radares para te multar é a Prefeitura. Quem manda colocar faixas exclusivas de ônibus em cima de viadutos é a Prefeitura. Quem deliberadamente complica mais o trânsito que já é naturalmente parado é a Prefeitura. Quem permite que o Centro se transforme em cloaca e cheire mal é a Prefeitura

Quem diz que faz e acontece, depois não faz, nem acontece, mas se vende como se tivesse feito e acontecido é a Prefeitura.

Quem só se locomove de helicóptero e lá de cima diz que aqui embaixo está uma maravilha são os altos escalões da Prefeitura. Quem não faz minimamente o que dela se espera é a Prefeitura.

Pense nisso na hora de escolher seu Prefeito.

Tendências: