Jabuticabas fora de hora

As jabuticabeiras estão muito loucas, mas quem ganha com isso somos nós. Tomara as pitangueiras e as mexeriqueiras também ficassem loucas, para poderem ser comidas o ano inteiro!

Antonio

07 Junho 2018 | 10h02

As jabuticabeiras são árvores tipicamente brasileiras. Além delas, me parece que temos várias outras que também só dão as caras por aqui. Nunca ouvi falar de cajamanga argentina, graviola paraguaia ou assaí boliviano. Como não sou do ramo, pode ser que esteja errado. Que estas plantas cresçam em outras plagas, mas tanto faz, o assunto hoje são as jabuticabeiras que estão cada dia mais loucas.

Tem um amigo que achava que a jabuticabeira do Lula dava frutos várias vezes por ano por que era regada com cachaça. Não é verdade. Todas as jabuticabeiras estão loucas e carregam várias vezes por ano. São pelo menos quatro ou cinco vezes, umas mais carregadas, outras menos, mas todas com jabuticaba suficiente para se comer e se fartar.

Bom é comer jabuticaba no pé. Parece que tem outro gosto quando arrancamos a frutinha diretamente da árvore. Jabuticaba não foi feita para comer sentado na mesa, com uma tigela na frente.

Quem já comeu jabuticaba no pé sabe o que eu estou dizendo. Quem não comeu, eu recomendo que coma. A experiência vale a pena.

Seja como for, as duas jabuticabeiras do jardim da minha casa estão carregadas, e bem carregadas. Parece carga de outubro, quando é o tempo certo das jabuticabeiras chegarem com tudo.

O curioso é que elas já carregaram no começo do ano, deram uma mini-carga um mês e meio atrás e agora estão dando bis, mas caprichando na mão. As duas árvores estão abarrotadas de jabuticabas de cima a baixo.

Eu não tenho nada contra essa moda. Pelo contrário, é muito bem-vinda. Eu gosto de jabuticaba. Então, tê-las praticamente durante o ano inteiro é muito bom. Pena é que as pitangas e as mexericas não tentem concorrer com as jabuticabeiras. Seria bom comê-las o ano inteiro também.