coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

MAIS TEMPO PARA ATRAVESSAR A RUA

Cidadania é adotar medidas que facilitem a vida da população. Aumentar o tempo do semáforo de pedestres é uma boa ideia

Antonio

30 de maio de 2017 | 08h27

 

O normal é a Crônica não tratar a CET muito bem. A razão é simples: a CET não trata a população que paga seus salários muito bem.

Ao contrário, a CET se esmera em trabalhar mal e fazer mal feito. É olhar em volta, tanto faz pra que lado: o que se vê é o trânsito parado, os marronzinhos pouco se lixando, os semáforos completamente ensandecidos, etc.

Há quem diga que isso é herança de gente que não gostava da cidade. Não só da última administração que escancaradamente não gostava da cidade, mas de várias outras, que, de forma mais disfarçada, também não gostavam da cidade.

Que a empresa foi completamente sucateada, ninguém que anda por São Paulo tem a mínima dúvida. Os semáforos são o melhor exemplo. O estado lastimável em que se encontram é triste, para dizer o mínimo.

Mas aconteceram dois fatos recentes que merecem reflexão.

O primeiro e da mais alta importância é que, no dia da greve geral, os funcionários da CET foram trabalhar e estavam nas ruas, prontos para tentar minimizar o caos que acabou acontecendo apenas em poucos lugares, não por causa da greve, mas por causa de meia dúzia de baderneiros e muitos pneus que se submeteram ao holocausto pelo fogo, em nome do imposto sindical.

O segundo surgiu agora: a CET pretende aumentar o tempo para os pedestres cruzarem as ruas. A medida é muito bem-vinda. Tem avenidas largas onde o tempo para os pedestres é quase que impossível de ser cumprido por gente moça, imagine pelos mais velhos.

Milagres acontecem, mas o santo é velho e já viu muita coisa. Então, antes de afirmar que a CET mudou, vamos dar tempo para termos certeza de que a CET mudou. Se for verdade, nosso prefeito é muito bom.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: