carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

O avesso pelo avesso

Apesar de ter alguns políticos que estão mais interessados em ter mais algum dinheiro no bolso, graças a Deus o Brasil tem as Santas Casas!!

Antonio

16 de janeiro de 2020 | 13h00

Pode parecer incrível, mas nossos políticos ou, na medida em que não é correto generalizar, pelo menos uma parte deles, querem tungar 500 milhões de reais do orçamento da saúde pública para 2020.

É que eles querem aumentar a grana para fazer campanha municipal e assim melhorar as chances de serem eleitos.

Muitos políticos são pessoas sérias, do mais alto nível moral e comprometidas em fazer o Brasil um país melhor.

Pena que os maus políticos estraguem a imagem dos que são corretos. É triste ver gente de primeira misturada com pessoas que não têm a menor vontade de melhorar um país que, de acordo com números de organismos internacionais, despenca ladeira abaixo, ano depois de ano.

A conversa de que as emendas parlamentares suprem o corte é para boi com sono dormir. Uma coisa é orçamento, outra completamente diferente é emenda parlamentar.

A emenda parlamentar vai além do orçamento que é obrigatório e não tem nada a ver com a vontade individual dos políticos. A emenda é uma forma do político ir além do orçamento e destinar mais recursos para uma instituição que ele julga importante.

O resultado da visão pouco humana é que o orçamento para 2020 oferece para custear a saúde de mais de cento e cinquenta milhões de pessoas, que não têm plano de saúde privado, cento e vinte bilhões de reais ou, se preferirem, trinta bilhões de dólares.

Isso quer dizer que cada brasileiro terá, em 2020, oitocentos reais para tratar da saúde, ou menos do que o preço de uma consulta de um bom médico.

Graças a Deus o Brasil tem as Santas Casas, que todos os anos fazem dívidas de bilhões de reais para atender quem o país não atende.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: