O seu dia não é o meu dia

Cada e qualquer detalhe pode alterar o dia seu ou meu, para melhor ou para pior...

Antonio

27 de novembro de 2018 | 08h42

Não é verdade que os dias são iguais para todo mundo. Cada dia tem suas particularidades comuns, mas elas são muito menores do que as diferenças e as divergências que afetam ou não as pessoas.

O dia ser ensolarado é uma certeza, da mesma forma que chover também é um fato indiscutível, mas o sol pode estar encoberto numa região e a chuva pode não cair em outra.

As duas realidades são verdadeiras, mas não são iguais ou ao menos semelhantes. E as diferenças podem ser mais profundas. A falta de chuva pode quebrar um fazendeiro, enquanto o excesso de chuva pode ter o mesmo efeito na vida de outro agricultor.

Quer dizer, os dois vão arcar com prejuízos, mas por razões opostas. Na vida de forma geral é mais ou menos assim. O que é bom para você não é necessariamente o que é bom para mim e também pode ser ruim para o Ernesto, mas por outra razão diferente da minha.

Se Joaquim acordar com dor de dente e eu não, o dia vai correr de um jeito para ele e de outro para mim. E ainda que durante a jornada eu também tenha dor de dente, as causas não precisam ser as mesmas do Joaquim.

A regra vale para tudo, de negócio a amor, de amizade a raiva, de inveja a ciúme, de coragem a canalhice, etc.

Cada um tem uma realidade e é dentro dela que tem que girar. Não adianta esconder a cabeça no buraco, a realidade se impõe, a gente querendo ou não. Por isso é melhor enfrentá-la, doa o que doer.

Fazer de conta que não é assim ou que o problema não existe só adia a solução, torna as coisas mais duras e o túnel mais escuro.

Quem sabe de nós somos nós, mas a vida não se importa com isso. Cada situação é uma situação e a sua solução nem sempre é a mesma para todos. Não há nada pior que estar no lugar errado, na hora errada.

Tendências: