UM SEMINÁRIO IMPORTANTE

Seminários, eventos, etc., só fazem sentido se trouxerem algo novo para o público. Foi isso que o evento da ABGR fez.

Antonio

31 Agosto 2017 | 14h11

 

Aconteceu em São Paulo, nos dias 22 e 23 da semana passada, o 12º Seminário Internacional de Gerência de Riscos e Seguros, promovido pela ABGR (Associação Brasileira de Gerência de Riscos).

A ABGR é a entidade que congrega os responsáveis pela avaliação de riscos e adoção das medidas de proteção destinadas a minimiza-los, incluída a contratação de seguros, das grandes empresas.

Seu foco não são os seguros massificados, ou os pacotes fechados para empresas médias ou pequenas. O que se discute nas suas reuniões e eventos são soluções para os riscos complexos, para os desafios de proteger adequadamente a operação e a existência das grandes empresas de diferentes setores, como geradoras e distribuidoras de energia, óleo e gás, indústria pesada, mineração e outras atividades econômicas com grandes plantas industriais, alto investimento, alto faturamento e alta exposição a riscos de todas a naturezas, desde os riscos patrimoniais, até riscos de responsabilidade civil e financeiros extremamente complexos.

Os associados da ABGR são grandes empresas, corretores de seguros com foco nos riscos complexos, advogados, engenheiros e prestadores de serviços em geral, capacitados a atender as demandas deste público específico.

Como várias empresas associadas são multinacionais e a gerência de riscos é uma atividade que se globalizou rapidamente, puxada pelas exigências legais, proteção dos negócios e contratação de seguros, a ABGR é associada das principais entidades internacionais de gerência de riscos, o que aumenta seu cacife como entidade de ponta no setor de seguros brasileiro.

Por isso, há 12 edições seus seminários despertam o interesse de empresas e profissionais atrás de novos conhecimentos, troca de experiências, divulgação de suas marcas e atividades e relacionamento pessoal.

Este ano não foi diferente. O 12º Seminário de Gerência de Riscos foi sucesso de público, tanto nas palestras e aulas, como na feira de negócios, com os estandes dos expositores permanentemente lotados, com mais gente ainda no final da tarde, quando um “happy hour” faz toda a diferença.

As palestras abordaram os principais temas em discussão no setor de grandes riscos e foram ministradas por profissionais qualificados que colocaram para o público pontos de vista importantes para o aprimoramento das regras em vigor e consequentemente um melhor funcionamento da sociedade, através da maior eficiência das grandes empresas.

Dentro dos inúmeros desafios colocados à frente da sociedade e que afetam diretamente as operações das grandes empresas estão problemas relacionados a execução das obras de infraestrutura, inovação, TI (tecnologia da informação), riscos logísticos, riscos políticos, programas mundiais de proteção de riscos, responsabilidade civil, agrobusiness e boas práticas empresariais.

Um vasto rol de temas foi exposto e discutido por um público interessado e atento, formado em sua maioria por profissionais com sólidos conhecimentos e experiência de campo, que levantou e discutiu os problemas e dificuldades que afetam diferentes etapas e setores da cadeia produtiva, apresentando soluções importantes para a evolução dos negócios e a busca do aperfeiçoamento necessário para a otimização do desempenho das empresas com o máximo de segurança para a sociedade e o meio ambiente.

Mas o evento foi além dos painéis técnicos e inovou de forma muito inteligente, ao misturar com as palestras aulas de seguros, abordando os diversos campos do setor, ministradas por profissionais experientes, tendo como público universitários sem qualquer familiaridade com a gerência de riscos ou a atividade seguradora.

Todas as aulas estavam lotadas e as perguntas formuladas mostraram claramente o interesse dos participantes e validaram a decisão de misturar especialistas com gente comum, abordando no mesmo espaço temas de alta relevância para a retomada do desenvolvimento econômico e a proteção da sociedade, através da adoção de medidas destinadas a minimizar os riscos e maximizar a proteção social.

Mais uma vez, o Seminário Internacional de Gerência de Riscos e Seguros promovido pela ABGR atingiu seus objetivos.

Os temas que afetam a operação das grandes empresas foram colocados na mesa e discutidos e analisados por especialistas. Além disso, um público sem qualquer ligação com a atividade foi trazido para o evento e convidado a se aproximar de questões altamente relevantes para a proteção da sociedade, com imenso potencial para os futuros profissionais que desejarem se especializar na área.