De volta

Celso Ming

21 Julho 2016 | 21h05

A expectativa era a de que a inflação de julho continuaria o período de baixa iniciado em junho, quando alcançou 0,40%. Mas o IPCA-15 mostrou alta surpreendente dos preços, de 0,54%. Esta é mais uma indicação de que os juros básicos (Selic) não cairão tão cedo; pelo menos não cairão em 30 de agosto, para quando está marcada a próxima reunião do Copom. Ainda sobre os juros, há quem defenda que, na hora de calibrar os juros, não olhe apenas para a inflação, mas, também, para o nível de emprego. Mas isso pode ser mais difícil do que parece. Leia aqui a a análise.

Mais conteúdo sobre:

BC; Selic: Copom; jurosIPCA-15