Desemprego deve continuar baixo até o Natal

Celso Ming

21 de outubro de 2010 | 13h25

O IBGE mostrou hoje pela manhã que o índice médio de desemprego no Brasil de janeiro a setembro deste ano ficou em 7,1%. É o menor nível de desemprego desde 2003, ano em que começou o levantamento com a atual metodologia.

Esse desempenho do mercado de trabalho revela que, apesar de relativamente estagnada desde maio, a atividade produtiva continua em nível relativamente elevado, especialmente na construção civil.

O nível de desemprego deverá continuar baixo neste fim de ano porque em novembro começam contratações temporárias, que são para dar conta das vendas do comércio até o Natal.

Muito provavelmente o governo que tomará posse em janeiro, qualquer que seja ele, vá ser obrigado a dar uma freada na atividade econômica para assentar o nível de consumo, que está muito alto, acima da capacidade de investimento da economia. E, aí sim, lá por março e abril, o desemprego poderá aumentar em alguma coisa.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.