Golpe?

Celso Ming

29 de agosto de 2016 | 21h05

O ex-presidente Collor também poderia alegar que foi vítima de um golpe parlamentar em 1992 e que não cometeu crime nenhum, tanto que foi inocentado depois pelo Supremo. E, no entanto, em 1992, o PT apoiou o impeachment do então presidente Collor, sem ter, na ocasião, admitido ter participado de um golpe. E convém lembrar que o PT pediu o impeachment dos demais presidentes da República que assumiram depois do regime militar, de Sarney a Fernando Henrique. Só parou com Lula e Dilma.

Se são golpistas os juízes do Supremo e os senadores que a julgam, por que então a presidente Dilma recorre a eles para pedir que a inocentem? São golpistas, mas deixarão de ser apenas se a inocentarem? Leia a análise aqui.

Tendências: