Mercado mostrou que tolera um certo grau de enganação

Celso Ming

26 de julho de 2010 | 14h59

O mercado financeiro respondeu com certa apatia à divulgação na última sexta-feira da situação dos bancos europeus. Como você sabe, 91 entre os maiores bancos europeus foram submetidos a um teste para saber sua capacidade de resistência a calote. E apenas 7 foram considerados bancos com necessidade de reforço de capital.

Na sexta-feira esses testes foram considerados frouxos demais, porque não levaram em conta a principal tensão do momento, que é a possibilidade de que alguns países da Europa partam para a renegociação de suas dívidas, o que implicaria a imposição de um certo calote dos títulos que hoje estão maciçamente em poder dos bancos.

Mas, como eu disse, o mercado parece ter aceitado a existência desse problema por enquanto sem maiores cobranças. E isso aconteceu provavelmente porque também foi revelado o quanto de títulos públicos cada banco está exposto.

Enfim, pelo menos por enquanto, o mercado mostrou que tolera um certo grau de enganação. Mas se, por uma razão ou outra, as tensões voltarem, esse problema vai ser lembrado e isso pode prejudicar a confiabilidade do sistema.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.