Mercado reage à decisão do BC de aumentar compulsório

Celso Ming

25 de fevereiro de 2010 | 14h17

O mercado financeiro, especialmente a Bolsa, que está operando em baixa, vai reagindo nesta quinta à decisão do Banco Central (BC) de aumentar a retenção compulsória dos bancos. A providência anunciada no início da noite de quarta pelo BC, retira, na prática, R$ 71 bilhões do mercado.

Como você sabe, o compulsório é o dinheiro obtido dos depositantes ou dos aplicadores com que os bancos não podem trabalhar. Esse dinheiro tem de ficar depositado no Banco Central. Se os bancos passam a ser obrigados a recolher mais recursos ao BC, o volume para ser emprestado às empresas e às pessoas físicas vai ficar reduzido. E os juros no crédito também deverão subir.

Boa pergunta está em saber por que o Banco Central tomou essa decisão. A argumentação da diretoria é de que não está fazendo mais do que simplesmente retirando os recursos que havia colocado a mais durante o auge da crise.

Em todo o caso, é um claro endurecimento da política. O que precisa ser respondido agora é se esse endurecimento vai parar por aí ou se o Banco Central vai mais além; se vai aumentar imediatamente os juros no mercado para segurar a inflação.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.