Os juros e suas razões

Celso Ming

20 Julho 2016 | 21h10

As principais razões pelas quais o Banco Central entende “não haver espaço para a flexibilização da política monetária” (derrubar os juros) estão tanto nas incertezas que cercam a administração das contas públicas quanto na própria expectativa dos formadores de preços, que continuam apostando numa inflação bastante acima (5,3%) da meta de 4,5% em 2017. Leia mais aqui a análise do colunista Celso Ming.

Mais conteúdo sobre:

BC; Selic: Copom; juros