Primeiro, o Brasil

Celso Ming

24 de agosto de 2016 | 21h05

O ex-ministro da Agricultura Roberto Rodrigues, hoje coordenador do Centro de Agronegócios da Fundação Getúlio Vargas, advertiu nesta quarta-feira as lideranças do setor que têm de mudar seu foco.

“Temos de discutir um ajuste fiscal para o Brasil, e não para o agro; um crédito para o empresariado; melhoria na logística para toda atividade produtiva; reformas tributária e trabalhista completas. Primeiro, o Brasil.”

Essa é postura bem diferente da quem vem sendo exercida pelos dirigentes da indústria e do comércio. Leia a análise completa aqui. 

Tendências: