Solução ineficaz

Celso Ming

26 de agosto de 2016 | 21h10

O governo volta a falar em aumento de impostos, mas a alta da carga tributária não significa necessariamente aumento da arrecadação. Um grande número de empresas não está recolhendo impostos, seja porque enfrenta forte queda de faturamento, seja porque prefere enfrentar multa e juros de mora do que esvaziar ainda mais seu caixa.

A quebra da arrecadação também acontece porque a recessão está aí, o consumo caiu, há mais de 11 milhões de trabalhadores desempregados, a produção (e o faturamento) das empresas também despencou. Ou seja, enquanto não voltar o crescimento econômico e a retomada do consumo, eventual aumento da carga tributária teria baixa eficácia. Leia a análise completa aqui. 

Tendências: