15 dicas para não cair em armadilhas de recolocação profissional

15 dicas para não cair em armadilhas de recolocação profissional

Economia & Negócios

10 de junho de 2015 | 17h46

sala-de-reuniao

(Foto: Free Images)

Empresas sérias de recolocação profissional são responsáveis por fazer a ponte entre quem procura emprego e empresas que oferecem vagas de trabalho. Mas fique atento: oportunidades ‘imperdíveis’ de trabalho em empresas renomadas podem ser sinal de golpe.

1     Tome precauções antes de assinar o contrato. Veja se consta tudo que foi informado antes.

2     Faça um levantamento sobre a empresa nas redes sociais e nas entidades de defesa do consumidor. Verifique a situação dela no cadastro de reclamações.

3     Caso seja possível, consulte clientes para saber se a empresa agiu de forma correta.

4     Visite a sede da empresa para conferir se endereços divulgados coincidem com o endereço real.

5     Previna-se: guarde os anúncios da empresa e, se possível, leve alguém com você ou peça licença para gravar a conversa.

6     Certifique-se de que os consultores possuem experiência profissional no aconselhamento de pessoas e têm cursos de aperfeiçoamento na área.

Desconfie:

7     se não for fornecido o CNPJ.

8     se a consultoria ligar fora do horário comercial e marcar entrevista para a manhã seguinte. Essa atitude dificulta checagens e “obriga” o candidato a ir pessoalmente à empresa.

9     se o tipo de emprego ofertado pela consultoria por telefone for irrecusável. E exigir depósito em conta de pessoa física.

10  se o salário for bem acima do oferecido pelo mercado e os benefícios não foram condizentes com o cargo em questão.

11  se na hora da suposta entrevista o consultor perder mais tempo falando das maravilhas do futuro emprego e elogiando o perfil do candidato do que na entrevista.

12  se as promessas verbais de garantia de emprego não estiverem descritas no contrato.

13  se tudo precisar ser resolvido no momento, sem que o candidato possa refletir ou ler o contrato com cuidado antes de assinar.

14  se a empresa exigir o pagamento de uma taxa para que você participe de processos de seleção como candidato.

15  se o consultor oferecer uma vaga na empresa dos seus sonhos. Nenhuma empresa de recolocação tem o poder de abrir vagas em outras empresas, nem indicá-lo de forma diferenciada para que você seja o escolhido.

Tudo o que sabemos sobre:

emprego

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: