Banir códigos de validação

Claudio Considera

14 de junho de 2021 | 09h57

Os sites de vendas legalmente constituídos deveriam abolir o uso de confirmações das transações via WhatsApp e e-mail, a fim de caracterizar como golpes todos os códigos enviados digitalmente. Dessa forma, poderíamos afirmar ao consumidor que nunca, em hipótese alguma, utilizasse um código enviado por mensagem.

Foto – José Patrício/Estadão

E, dessa forma, evitaríamos crimes como a da falsa pesquisa, por telefone, atribuída ao SUS (Sistema Único de Saúde), sobre a Covid-19. Ao digitar o código, a pessoa entrega o acesso ao seu WhatsApp.

Encontrem outra forma de assegurar que o usuário seja mesmo quem digitou login e senha. Criem perguntas a que somente o titular do cadastro digital possa responder. Mas, por favor, deixem de solicitar tal validação, para dificultar a vida de golpistas inescrupulosos.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.