Black Friday: como fazer valer os seus direitos

Black Friday: como fazer valer os seus direitos

Economia & Negócios

28 de novembro de 2014 | 14h59

Black Friday: descontos e reclamações (Foto: Felipe Rau/Estadão)

Black Friday: descontos e reclamações (Foto: Felipe Rau/Estadão)

Teve problemas com as compras do Black Friday?

1. Caso a compra tenha sido feita pela internet você tem até sete dias para cancelar mesmo que o produto não apresente qualquer defeito. O prazo da desistência é contado a partir da data da entrega, e é importante formalizar por escrito o cancelamento da compra. Não aceite abusos sem reclamar.

2. Você deve entrar em contato com a loja que vendeu o produto, por meio do Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC) e tentar a solução direta do problema.

3. Procure uma entidade de defesa do consumidor caso seja lesado, por exemplo, com a entrega de um produto diferente do que foi pedido. Ou, ainda, se o produto não for entregue no prazo prometido.

4. Toda informação transmitida ao consumidor por meio de publicidade, embalagens ou mesmo declarações dos vendedores deve ser cumprida pelos lojistas e fabricantes. O consumidor tem o direito de exigir que os produtos sejam vendidos exatamente pelos preços e condições anunciados.

5. O Código de Defesa do Consumidor garante que, no caso do produto apresentar defeito e não for resolvido dentro de 30 dias, o consumidor poderá escolher entre três opções: exigir sua troca por outro produto em perfeitas condições de uso; exigir a devolução integral da quantia paga, devidamente atualizada ou; no caso em que o produto for de especificação inferior ao encomendado, o consumidor deve exigir o abatimento proporcional do preço.

Tudo o que sabemos sobre:

Black Friday

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.