Cadastre-se para bloquear ofertas indesejadas

Claudio Considera

30 de setembro de 2019 | 10h12

Bloquear ligações indesejadas de ofertas e produtos requer paciência do consumidor, mas é uma medida necessária. O ideal é que houvesse uma plataforma única onde o consumidor pudesse cadastrar suas linhas telefônicas, evitando ter que acessar múltiplos sites com o mesmo objetivo.

O ideal seria um site único para cadastro

Além de acessar diversos sites para se cadastrar o consumidor ainda tem que torcer para que seu desejo seja respeitado, com o fim dos transtornos de ligações de Teles e financeiras , que muitas vezes caem ao serem atendidas, ou ficam mudas.

A iniciativa mais recente é a de 23 bancos e financeiras para barrar, a partir de Janeiro, as chamadas com oferta de crédito consignado para quem se cadastrar. É uma medida salutar porque os idosos são os mais assediados pelas financeiras. Há casos em que nem saiu o primeiro pagamento da aposentadoria e ele já começa a receber chamadas exaustivas de ofertas de crédito. Ainda não foi divulgado qual o site em que será feito o cadastro.

Desde julho último há a opção de cadastrar suas linhas de telefone fixo ou celular no site naomeperturbe.com.br para não ser importunado por ofertas indesejadas das Teles. É uma forma de nos livrar desse telemarketing que incomoda.

Antes já era mantido um cadastro pelos Procons de linhas telefônicas sem interesse em receber chamadas de telemarketing, mas o desrespeito ao bloqueio, por parte das empresas, não resolveu o problema.

Para a exclusão de sua vida financeira do cadastro positivo de “bons pagadores” também é preciso entrar no site de algum birô de crédito como Serasa, Boa Vista, e fazer o pedido. Ou seja, a cada dia que passa temos que ficar mais alertas e ir atrás desses recursos para que nossa vontade seja respeitada e parem de importunar com ligações, mensagens e e-mails que nos fazem perder tempo e paciência.

Tendências: