Como fica o reajuste dos contratos de aluguel

Como fica o reajuste dos contratos de aluguel

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), que serve de base para os reajustes, acumulou alta de 3,98% nos últimos 12 meses, mas a situação atual do mercado abre espaço para negociação

Economia & Negócios

02 Fevereiro 2015 | 09h35

Negociação é livre, mas proprietário pode pedir o imóvel a qualquer momento (Foto:Estadão)

Negociação é livre, mas proprietário pode pedir o imóvel a qualquer momento (Foto:Estadão)

Ao fim do contrato de aluguel, inquilinos interessados em continuar no imóvel podem se assustar com os novos valores propostos pelos locadores para a renovação, por isso a saída é negociar. A situação favorece a pechincha. O mercado esfriou e há mais oferta de imóveis para locação.

A conservação do imóvel e o pagamento em dia também devem ser usados como argumentos para pedir desconto ao proprietário. Afinal, se o inquilino conserva o imóvel, paga em dia e não reclama por qualquer coisa, o locador deve fazer um esforço para segurá-lo.

Para o proprietário é melhor ter um inquilino que não atrase os pagamentos do que tentar forçar um reajuste e ficar com o imóvel vazio. Os contratos de alugueis são reajustados anualmente com base no IGP-M, mas sempre é possível negociar. A variação acumulada do IGP-M nos 12 meses até janeiro é de 3,98%.

Outra variável que se deve levar em conta é se não tiver certeza de que vai morar no imóvel por 30 meses, mas tiver abertura para assinar um contrato por um período menor.

Se o contrato vencido tiver duração de 30 meses, por exemplo, o aumento no preço pode ultrapassar os 50%. O jeito é fazer uma contraproposta.

Se o locatário continuar morando na residência por mais de 30 dias após o término do contrato sem o locador se manifestar, presume-se que o contrato está prorrogado por tempo indeterminado, mantidas as demais condições.

O inquilino pode ter problemas se não renovar formalmente o acordo, já que o proprietário pode pedir o imóvel a qualquer momento, dando apenas um mês para que ele saia.

Mais conteúdo sobre:

AluguelImóveis