Como reduzir riscos nas festas de casamento

Como reduzir riscos nas festas de casamento

Claudio Considera

25 de abril de 2022 | 07h19

A Indústria dos casamentos está lucrando com o retorno da vida presencial, com a redução dos casos de Covid-19. Segundo os especialistas, é uma área que movimenta até R$ 40 bilhões por ano no Brasil.

O problema é que às vezes um bufê, como o Colonial, de São Paulo, interrompe suas atividades sem avisar clientes que já haviam contratado seus serviços.

O prejuízo pode ser grande, pois um casamento em São Paulo custa, em média, de R$ 40 mil a R$ 70 mil. Além disso, a festa é um sonho do casal e dos familiares. Para reduzir os riscos, não pague antecipadamente todo os custos da cerimônia, e faça um contrato com mais garantias para o consumidor.

Para economizar e evitar surpresas desagradáveis, a própria família poderá organizar uma cerimônia mais simples para um círculo mais restrito de pessoas.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.