Não ouça nem responda aos robocalls

Claudio Considera

01 de agosto de 2022 | 08h18


Uma das situações mais desagradáveis que existem é ser assediado pelo telemarketing, principalmente quando você já registrou o número do seu telefone no cadastro ‘não me perturbe’. Mensagens automáticas disparadas por robôs (robocalls) para smartphones são um tormento diário difícil de ser evitado.

Nas ligações para o celular com alerta de spam, que não devemos atender, há um problema adicional: elas caem na caixa de mensagem. Ou seja, recebemos avisos de que há mensagens armazenadas não ouvidas. Resista: não ouça a gravação para não ceder ao assédio de picaretas disfarçados de comerciantes.

Se atender inadvertidamente a uma dessas ligações, desligue imediatamente, não fale, nem obedeça a qualquer comando (como teclar determinado número). Bloqueie o número que discou para você e o denuncie para familiares, colegas e amigos.

Comunique à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e cobre providências. Saudade do robô de Perdidos no Espaço, que protegia a Família Robson e não tentava nos vender coisa alguma

Tudo o que sabemos sobre:

telemarketing

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.