Padronização de carregadores de celular pode estar no horizonte

Claudio Considera

04 de julho de 2022 | 08h16

Finalmente, a Anatel, agência reguladora das telecomunicações, abriu consulta pública sobre proposta de padronização de carregadores de celular. É um absurdo que, até hoje, esses acessórios não sejam padronizados, fazendo com que, a cada novo aparelho adquirido, o consumidor os aposente no fundo de uma gaveta.

Foto: José Patrício/Estadão 

A proposta é que todos os carregadores de smartphone utilizem a entrada USB-C. Não se trata somente de uma medida para reduzir custos aos consumidores. Há a questão do lixo eletrônico (e-waste), ou seja, o descarte de dispositivos que funcionam por meio de energia elétrica, pilhas ou baterias.

Estima-se que o mundo produza, anualmente, mais de 50 milhões de toneladas de e-waste. Padronização, a propósito, é uma das armas de que as pessoas dispõem para comparar produtos e definir suas compras por critérios como preço, recursos tecnológicos e conforto, além do design.

Que venha logo a padronização dos carregadores de celulares e de baterias. O bolso e o meio ambiente agradecerão.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.