Cereser diversifica com ice e refrigerante

Felipe Vanini

08 de dezembro de 2010 | 19h29

CERESER2.JPG

A mais tradicional fabricante de sidra do País, a Cereser, sediada em Jundiaí, no interior paulista, está diversificando a sua linha de produtos. Dona de 75% do mercado nacional de sidras, com estimativa de vendas de 28 milhões de garrafas este ano, 8% a mais que 2009, a Cereser está lançando dois novos produtos no mercado. O Spunch, bebida gaseificada não alcoólica, é um tipo de refrigerante feito à base de frutas.

O produto é embalado em garrafa de vidro, com rótulo que traz estampas da Walt Disney, e tem como foco crianças de quatro a 10 anos. “A ideia, aprovada em pesquisa feita com mães, é fazer com que a criançada possa brindar em datas comemorativas com os adultos”, diz José Fontelles, diretor comercial da Cereser.

Outro lançamento, que deve consumir boa parte dos investimentos da empresa nos próximos anos, é a Kadov Ice, marca que chega para concorrer com a líder de mercado Smirnoff Ice. Segundo Fontelles, esse é um dos produtos mais promissores do setor de bebidas. “A categoria dobrou de tamanho nos últimos cinco anos e têm muito espaço para crescer”, diz ele. A expectativa da Cereser é vender 1,2 milhão de unidades de ice em 2011, com preço médio 10% inferior ao da Smirnoff Ice. “Queremos conquistar entre 5% e 10% de market share no primeiro ano de vendas da Kadov Ice”, diz Fontelles.

Guarda-chuva. A Cereser planeja lançar outros produtos sob o guarda-chuva da Kadov, que estreou no mercado como uma marca de vodca em 2008. A empresa já tem em seu portfólio destilados, como aguardente, rum e conhaque e vinhos, além de sucos de frutas.

A previsão para este ano é de que saiam das fábricas de Jundiaí e Suape, em Pernambuco, que empregam 500 funcionários, cerca de 65 milhões de garrafas de bebidas. Hoje, a Cereser, que não divulga os números de seu faturamento, exporta 15% de sua produção para 40 países de todos os continentes, menos a Oceania.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.