Compass cria empresa para consumidor especial

Felipe Vanini

08 de dezembro de 2010 | 19h23

A comercializadora paulista de energia Compass está criando a Empresa de Inteligência em Gestão (EIG), uma nova unidade de negócios que servirá como consultoria, por conta do aumento de demanda dos chamados consumidores especiais – shopping centers, universidades, edifícios comerciais, entre outros. O número desses consumidores, que podem adquirir energia de comercializadores livres, como as Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) e usinas eólicas e de biomassa, dobrou neste ano. A EIG nasce com 32 clientes. “Vamos oferecer análises e estudos sobre redução de custo energético”, diz Marcelo Parodi, CEO da Compass, que deve fechar 2010 com receita de R$ 120 milhões.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.