Além de caminhões, Mercedes-Benz ‘produz’ hortaliças
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Além de caminhões, Mercedes-Benz ‘produz’ hortaliças

Cleide Silva

01 de novembro de 2019 | 20h48

Iniciativa inédita no setor industrial, segundo a própria empresa, a Mercedes-Benz iniciou nesta sexta-feira, 1, projeto de cultivo de hortaliças ao lado da linha de montagem de caminhões e ônibus da fábrica de São Bernardo do Campo, no ABC paulista.

Carlos Santiago: projeto inédito (Foto: Mercedes-Benz)

Voltada principalmente ao consumo dos cerca de 10 mil funcionários da unidade, a Fazenda Urbana, como a empresa batizou o projeto, foi criada em parceria com a startup mineira BeGreen, que desenvolve produção sustentável, sem agrotóxicos.

A montadora utiliza 1,2 mil m² de uma área antes desocupada em suas instalações, ao lado do restaurante dos funcionários. O local tem capacidade para produzir 2,68 mil quilos de hortaliças – ou 44 mil pés de verduras, ervas e temperos por mês.

A maior parte da colheita será destinada aos restaurantes da fábrica, mas uma parcela será vendida aos funcionários que quiserem levar os produtos para casa e também doada a entidades assistenciais.

A primeira Fazenda Urbana instalada dentro de uma indústria no mundo tem como foco principal proporcionar uma alimentação de mais qualidade aos funcionários, afirma Carlos Santiago, vice-presidente de Operações da Mercedes-Benz do Brasil.

Entre as verduras cultivadas estão alface baby (verde e roxa), rúcula, espinafre, agrião e chicória. Os temperos são salsinha, hortelã, cebolinha, coentro, manjericão e sálvia. Em uma segunda etapa serão produzidos legumes como tomate e berinjela.

 

Tendências: