As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Bolo das quatro grandes fabricantes encolhe ainda mais

Fiat, General Motors, Volkswagen e Ford, que há dez anos dominavam 82,4% das vendas de automóveis e comerciais leves no Brasil, viram a fatia cair para 65,9%

Cleide Silva

02 de junho de 2014 | 21h41

SÃO PAULO – A divisão do bolo de vendas de automóveis e comercias leves no Brasil continua passando por significativas modificações. Há dez anos, Fiat, General Motors, Volkswagen e Ford respondiam por 82,4% das vendas totais no País. Hoje, essa participação está em 65,9%. No mesmo intervalo de 2013 estava em 68,5%.

Individualmente, a fatia das quatro grandes caiu ou ficou estagnada nos primeiros cinco meses do ano, enquanto marcas mais novatas, como a Hyundai, estão ganhando pontos de participação num mercado que, tudo indica, está entrando numa nova fase de declínio. As vendas caíram 5,1% em comparação ao mesmo período de 2013.

No acumulado deste ano, a Fiat detém 21,8% das vendas, abaixo dos 22,5% de 2013. A Volkswagen caiu de 19,1% para 17,4%, enquanto a GM, com 17,7% e a Ford, com 9%, praticamente ficaram estagnadas.

Por outro lado, a Renault ampliou sua fatia no bolo de 5,8% para 6,9%, e a Hyundai de 5,9% para 6,7%. A Toyota vendeu neste ano 5,2% dos 1,334 milhão de automóveis e comerciais leves comercializados no País, ante 4,7% em 2013. A Honda teve um pequeno acréscimo de 3,7% para 3,8%.

Já Nissan e Citroën também amargaram queda, de 2,2 para 1,9% e de 1,9% para 1,8%, respectivamente.

Tudo o que sabemos sobre:

Montadorasquatro grandesvendas

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.